Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Secretaria de Igualdade, Cidadania, Direitos Humanos e Assistência Social
Início do conteúdo

5ª Jornada Anual CADEP reflete sobre o trabalho com PcD durante a pandemia

Evento virtual abordou soluções encontradas para minimizar efeitos das restrições para prevenção à Covid-19

Publicação:

Instantâneo da Jornada virtual. Dezesseis janelas estão dispostas em quatro fileiras de quatro colunas. Em metade das janelas, os participantes – homens e mulheres - estão com a câmera aberta. Nas demais, apenas ícones circulares com a foto ou com a letra inicial do nome.
Restrições de circulação geraram necessidade de adaptação em todos os setores

Uma sexta-feira com muitas reflexões sobre as reinvenções que o Centro de Atendimento e Desenvolvimento de Estudos e Pesquisas (CADEP) da FADERS Acessibilidade e Inclusão fez para seguir com o trabalho com pessoas com deficiência. Esse foi o tom da quinta edição da Jornada Anual CADEP. Ao longo do dia, mais de 200 inscritos acompanharam virtualmente o evento, que teve como tema "O trabalho com a pessoa com deficiência na pandemia: desafios e invenções".

Na abertura, o presidente Marquinho Lang, explicou como a pandemia afetou – e ainda afeta – a vida das PcD. “Para a pessoa com deficiência, foi muito difícil. Fomos os primeiros a ir pra casa, por ter dificuldade aos acessos e por estarmos mais expostos, e somos os últimos a retornar. Alguns ainda nem retornaram. É importante observarmos o que nossos colaboradores fizeram para diminuir ao máximo os impactos da pandemia. E, de alguma forma, com o trabalho desenvolvido por todos, o distanciamento necessário para proteção também acabou nos aproximando”, afirmou.

A diretora técnica, Ana Flávia Beckel Rigueira, valorizou o trabalho dos servidores da FADERS para seguir prestando serviços, mesmo que de forma diferente. “Ao longo dos 48 anos da FADERS, trabalhamos sempre junto aos 497 municípios, viajando, e foi um grande desafio adaptar o trabalho, buscar soluções. Também foi muito positivo, pois descobrimos recursos e possibilidades que até então não usávamos. Fomos empurrados para buscar alternativas e encontramos ótimas soluções”, ressaltou.

Também participaram da abertura a secretária estadual de Igualdade, Cidadania, Direitos Humanos e Assistência Social (SICDHAS), Regina Becker, e a vice-presidente do Conselho Estadual dos Direitos das Pessoas com Deficiência (Coepede), Cimone Barbosa.

A Jornada - Ao longo do dia, foram formadas duas mesas, com espaço para debate. “Ações governamentais na pandemia” teve a participação da coordenadora da Pessoa com Deficiência da SICDHAS, Marilu Mourão Pereira; da fonoaudióloga do Setor de Saúde da Pessoa com Deficiência da Secretaria Estadual da Saúde (SES), Cristiane Schuller; e da coordenadora da Educação Especial da Secretaria da Educação (Seduc), Mirian Bulsing. A coordenação da assistente social da FADERS, Idília Fernandes.

“O cotidiano das políticas públicas na pandemia”, teve a participação dos servidores da FADERS: Clarissa Meira (Serviço de Acolhimento), João Carlos Muller e Eliane Caldas (Centro Abrigado Zona Norte – CAZON), Clarissa Alliati Beleza (CADEP), Cláudia Alfama (Paradesporto), e Greice Severiano Santos (SECAT). A coordenação foi de Patrícia Rosa Balestrin (CADEP).

FADERS