Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos
Início do conteúdo

Pesquisas em Evidência

À esquerda, o desenho de um formulário sobre uma prancheta. à direita, está escrito Pesquisas em Evidência. No rodapé, o desenho de sombras de várias pessoas.
Pesquisas em Evidência

Percepções e Experiências de PcD Sol e Praia no Brasil (.pdf 40,43 KBytes) 

A FADERS Acessibilidade e Inclusão tem pautado a importância da elaboração e desenvolvimento de pesquisas na área das pessoas com deficiência e das pessoas com altas habilidades.

A necessidade da pesquisa se faz presente, mais do que nunca, neste contexto de pandemia e isolamento social devido ao COVID-19. Devemos reforçar e ampliar o conhecimento a respeito da qualidade e bem estar da vida de todas as pessoas.

Torna-se necessário às pessoas com deficiência e às pessoas com altas habilidades serem ouvidas a respeito de suas vivências neste momento de enfrentamento da pandemia e como tudo isso vem modificando a estrutura das relações humanas.

O questionamento, ponto de partida de uma pesquisa, pode levar ao esclarecimento, reflexões e ao encontro de alternativas para os problemas existentes. Favorecer a voz e o protagonismo destas pessoas e investir no conhecimento, através de metodologia científica, pode identificar o contexto de suas vidas que, igualmente como as demais pessoas, está vivenciando a pandemia atual.

Nesta perspectiva, a FADERS Acessibilidade e Inclusão cria um espaço para divulgar e dar visibilidade para pesquisas que estão em andamento, já aprovadas por Comitê de Ética específico à área estudada, possibilitando em equidade a participação de pessoas com e sem deficiência, assim como de pessoas com altas habilidades.

A produção de dados no campo de pesquisa das populações com deficiência e com altas habilidades é fundamental para a formulação, implantação e desenvolvimento de políticas públicas nestas temáticas.

Para que as pesquisas em andamento venham a ser publicadas neste espaço no Portal da FADERS é necessário seguir os seguintes critérios:

· Apresentação de carta da instituição responsável pela pesquisa a ser divulgada. Devem constar o logotipo da instituição, endereço, data e assinatura digital do coordenador.

· Apresentar o parecer de aprovação no Comitê de Ética no qual o projeto foi avaliado.

· Incluir nos itens sociodemográficos as opções para pessoas com deficiência e pessoas com altas habilidades identificarem esta condição, bem como os tipos das mesmas.

Exemplo:

Se pessoa com deficiência, qual seu tipo de deficiência?

- Não se aplica

- Auditiva

- Física

- Intelectual

- Múltipla

- Surdocegueira

- Visual

- Autismo

- Apresenta Altas Habilidades?

· Garantir acessibilidade nos formulários/questionários para as pessoas com deficiência.

· Constar junto ao formulário/questionário o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido.
A FADERS-Acessibilidade e Inclusão coloca-se à inteira disposição para qualquer esclarecimento necessário em relação às diretrizes de acessibilidade.

Sendo assim, convidamos a todas as pessoas para participarem das pesquisas divulgadas. O sigilo de suas participações é garantido pelos organizadores das mesmas, bem como a natureza dos conteúdos apresentados é também de suas responsabilidades.

Participe sempre!

Contato: pesquisa@faders.rs.gov.br

FADERS